Como reparar um pneu furado de uma bicicleta

A reparação de um pneu furado de uma bicicleta é uma tarefa que todos os ciclistas amadores e profissionais devem saber fazer, especialmente se costumam fazer viagens longas e/ou fora do asfalto. Saiba como reparar um pneu furado de uma bicicleta para não comprometer a segurança e a diversão dos seus passeios.

Quais os materiais necessários

Para reparar um pneu furado de uma bicicleta é necessário reunir os materiais seguintes:

  • Uma bomba manual de ar
  • Duas alavancas plásticas de pneus
  • Kit de reparação ou uma nova câmara-de-ar. O kit de reparação deverá conter cola, lixa e remendos ou adesivos de reparação
  • Bacia com água

Como reparar na prática um furo no pneu de uma bicicleta

Independentemente de usar a sua bicicleta para a prática do BTT, do Downhill, do Trip Trail ou Maratona entre outras modalidades, a reparação de um pneu furado é uma das tarefas mecânicas mais simples de realizar na manutenção de uma bicicleta. No entanto, isso não quer dizer que não possam existir erros durante todo o processo. Para que tal não aconteça, é preciso seguir os 10 passos seguintes:

Remover a roda do pneu furado

Quando existe um furo nos pneus de uma bicicleta, é fundamental retirar a roda do pneu danificado para trabalhar mais à vontade na sua reparação. Mantenha todos os materiais perto de si para que o conserto do pneu furado seja mais rápido e bem feito.

Retirar a câmara-de-ar do pneu furado

Para retirar a câmara-de-ar de um pneu é necessário esvaziá-lo por completo através da válvula de ar. Depois, deve soltar o rebordo do pneu e empurrá-lo em direção ao centro para dentro do aro. Nesta fase, pode usar alavancas plásticas entre o aro e o pneu para retirar a câmara-de-ar. Estas alavancas são ferramentas muito eficazes e não danificam o aro das rodas. No entanto, se não as tiver, terá de pressionar o lado do rebordo do pneu para cima sobre a borda do aro e aproveitar o espaço existente para remover a respetiva câmara-de-ar.

Localizar o furo na câmara-de-ar

Depois de ter retirado a câmara-de-ar do pneu da bicicleta, deverá localizar onde se encontra o furo. Alguns furos são grandes e imediatamente reconhecidos, ao passo que outros são mais pequenos e difíceis de encontrar. Para localizar um furo mais pequeno, deverá encher a câmara-de-ar com a ajuda de uma bomba manual até descobrir onde ela está a esvaziar. Se não estiver a conseguir visualizar o local do furo, mergulhe a câmara-de-ar numa bacia com água. As bolas de ar que aparecerem na água, denunciarão o local do furo. Caso esteja num local onde não exista água por perto, deverá encher a câmara-de-ar e depois rodá-la junto ao pescoço. O “friozinho” sentido nessa região sensível, indicará o local do furo.

Tenha em atenção que se o furo for na região da válvula, é provável que a câmara-de-ar não tenha reparação.

Lixar o local do furo na câmara-de-ar

Depois de ter localizado o furo na câmara-de-ar, é preciso lixar a zona afetada. Como tal, é necessário usar uma lixa própria para retirar todas as impurezas que possam estar contidas na câmara-de-ar para que a cola e o remendo adiram mais facilmente e fiquem bem colados.

Colocar o remendo na câmara-de-ar

Após lixar a zona afetada pelo furo, é preciso passar uma camada fina de cola sobre a área raspada. Depois, deverá colocar um adesivo ou remendo na câmara-de-ar e aguardar que a cola seque totalmente. Para testar se tudo ficou bem colado, é aconselhável encher a câmara-de-ar antes de a colocar na roda para ver se existe alguma fuga na zona onde trabalhou.

Se tiver uma câmara-de-ar suplente, não é necessário reparar o furo na hora, basta substituir uma câmara pela outra. No entanto, deve certificar-se de que o tamanho da câmara de substituição coincide com o tamanho que é indicado na lateral do pneu e que a válvula é adequada para a sua bicicleta.

Inspecionar o pneu furado

Para inspecionar corretamente um pneu furado de uma bicicleta é preciso comparar o local do furo na câmara-de-ar com a posição do pneu. Assim, conseguirá detetar o local exato onde o pneu foi furado. Tire o pneu do aro da bicicleta, limpe o local do furo e inspecione se no interior do aro não existem raios danificados ou vestígios de ferrugem.

Inserir a câmara-de-ar no pneu

Depois de ter inspecionado a condição do aro e dos raios do pneu, deve montar um lado do pneu no aro. Ao fazê-lo desta forma, terá espaço suficiente para conseguir colocar a câmara-de-ar reparada. Com o auxílio de uma bomba manual de ar, encha a câmara-de-ar somente o suficiente para lhe dar forma. Depois, insira a válvula de ar através do orifício que se encontra no aro e não permita que esta torça.

Assentar o pneu no aro

Esta etapa deverá ser efetuada apenas com as mãos. Os ciclistas deverão encaixar a parte restante do pneu em cima do aro, empurrando o seu rebordo para o centro. Tenha o cuidado de se certificar que o pneu assenta diretamente na sua posição e que a câmara-de-ar não fica presa no aro.

Encher a câmara-de-ar

Este é um dos últimos passos a ser realizado e um dos mais fáceis. Com uma bomba manual de ar, deverá encher a câmara-de-ar reparada até que o pneu comece a ganhar forma. Verifique se o rebordo do pneu ficou bem colocado em todo o aro. Depois, encha o pneu até à medida recomendada.

Colocar a roda do pneu furado no quadro da bicicleta

Depois de ter reparado o furo, é necessário voltar a colocar a roda do pneu no quadro da bicicleta. Observe se todas as mudanças, travões e alavancas estão bem ajustadas e desfrute ao máximo das suas pedaladas.

Gostou deste artigo?: 
0